SUÍNOS

Exportações crescem 15% em 2009



18.01.2010 - 01:37

Segundo números da Associação Brasileira da Indústria Produtora e Exportadora de carne Suína (Abipecs), o Brasil exportou 607,5 mil toneladas em 2009, 15% a mais na comparação com o ano anterior. A crise financeira mundial afetou as receitas, que tiveram redução de 17% com as vendas, de US$ 1,479 bilhão para US$ 1,226 bilhão. O preço médio durante 2009 também caiu 27,74% em relação ao exercício anterior, de US$ 2.794 para US$ 2.019.

A Abipecs prevê estabilidade nos volumes exportados em 2010, mas com preços melhores que no ano passado. Pedro de Camargo Neto, presidente da entidade, afirma que a nova cota da Rússia para carne suína deve melhorar “um pouco” a situação do Brasil. As cotas foram ampliadas de 177.500 toneladas para 189.600 toneladas em dezembro para os “outros países”, onde o Brasil se situa.

Em 2009, a Rússia respondeu por 44% dos volumes embarcados pelo Brasil, com Hong Kong vindo depois, com 20%. Em 2010, a Abipecs acredita na abertura de novos mercados para a carne suína brasileira, como Japão, China e Coréia do Sul.