VENDAS

Vendas do varejo devem crescer 8% no Dia dos Pais 2011



01.08.2011 - 06:13

A Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) prevê crescimento de 8% nas vendas do varejo para o Dia dos Pais 2011, na comparação com o mesmo período do ano passado. A projeção reflete o otimismo do setor mesmo diante de um cenário econômico adverso, que combina robustez de indicadores de emprego e renda com juros mais altos ao consumidor.

“Apesar dos juros estarem maiores este ano, em função da quinta elevação consecutiva da taxa Selic, o brasileiro não reduziu sua intenção de consumo, e isso se reflete em estimativa de desempenho bastante favorável para o varejo em 2011”, avalia o presidente da CNDL, Roque Pellizzaro Junior.
 
Para o Dia dos Pais, a previsão é que o gasto médio com presentes fique em torno de R$ 80,00, o mesmo valor registrado no tíquete médio do Dia das Mães, segundo números do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil). Considera-se venda do Dia dos Pais as transações registradas entre o primeiro e o segundo sábado de agosto, véspera do segundo domingo de agosto.

A relação dos segmentos que devem liderar as vendas do varejo para a data festiva inicia-se com vestuário e calcados, em primeiro lugar, seguida de perfumaria e eletroeletrônicos, em função dos preços convidativos dos importados devido à baixa do dólar frente ao real.