PECUÁRIA

Movimentação cresce 10,5% em três anos



11.09.2015 - 02:44

Segundo o Perfil da Pecuária no Brasil, Relatório Anual desenvolvido pela Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne (Abiec) em parceria com a Apex-Brasil, a cadeia produtiva da pecuária nacional gerou mais de R$ 380 bilhões em 2013, o que representa um aumento de 10,5% na comparação com os três anos anteriores. Os dados da cadeia bovina foram calculados pela Agroconsult, a partir de uma metodologia adotada e desenvolvida em 2010, pela PENSA/USP (Centro de Conhecimento em Agronegócio), coordenada pelo professor Marcos Fava Neves. “Cada vez mais nos empenhamos em reunir dados mais confiáveis sobre nossa cadeia. Esta é a segunda publicação do gênero desenvolvida pela Abiec e esperamos sempre aprimorar nossas fontes, visando colaborar com a pujança do setor”, afirma Antônio Jorge Camardelli, presidente da associação.

A metodologia da Agroconsult aplicou informações de sua base de dados para dimensionar o volume de recursos movimentados em 2013. Considerou-se o nível tecnológico e a distribuição das atividades das fazendas, definição da composição dos custos médios para cada atividade e nível tecnológico, quantificação do volume de recursos destinados por cabeça e por hectare, quantificação dos custos, reinvestimentos, investimentos e faturamento na pecuária de corte, estimativa dos custos com mão de obra, na indústria e em serviços. Posteriormente foi realizado o redimensionamento e atualização dos faturamentos de alguns números relacionados a outros insumos da indústria, rastreabilidade, P&D e fretes pela pesquisa original realizada em 2010. Os dados foram atualizados por indicadores da economia (IGP-DI) e aumento da produção, e por indicadores da própria indústria.

O Relatório Anual também mostrou que o Produto Interno Bruto (PIB) do agronegócio representou 22,5% do PIB total do Brasil em 2013, sendo que somente a pecuária (com R$ 332 bilhões) respondeu por cerca de 30% do PIB do agronegócio brasileiro. O agronegócio também foi fundamental para gerar um saldo positivo na balança comercial de US$ 80,13 bilhões. “O mundo está recuperando-se economicamente e o Brasil continua abrindo novos mercados e evoluindo em sua condição sanitária. Frente aos concorrentes, o país ainda tem invejáveis vantagens comparativas que lhe garantem uma vocação natural para a produção da pecuária”, destaca Camardelli. As exportações alcançaram recorde de US$ 6,7 bilhões em 2013, crescimento de 958% nos últimos 15 anos. Em 2014, as exportações chegaram a US$ 7,2 bilhões.