SORVETE

Consumo cresce 4,2% nos últimos 12 meses



20.09.2019 - 04:45

Segundo levantamento da empresa de paineis de consumo Kantar, o consumo de sorvete em lares brasileiros cresceu 4,2% entre agosto de 2018 e o mesmo mês deste ano. Isto significa que o produto entrou em 2 milhões de novos lares no Brasil. No mesmo período, o consumo dentro dos lares registrou 12,9% de aumento em volume e 7% de crescimento em valor.

A embalagem mais comprada é o pote de 1,5 L, com penetração em 3,8 milhões de novas famílias no período, e ficando acima da média. Entre os sabores, o preferido é o Napolitano (combinação de chocolate, creme e morango) escolhido por 27,9% dos domicílios, seguido por flocos, creme e chocolate.

Entre os shoppers nacionais, a sobremesa tem espaço em 53% das famílias com mais de três pessoas, é comprada por 40% dos consumidores com mais de 50 anos e está presente no carrinho de 87% das classes ABC. A região do Grande Rio é que mais compra sorvete para consumo dentro do lar (63,6% de penetração), seguida pela Grande São Paulo (62,1%) e região Sul (54,8%). Os supermercados de rede e atacarejos foram os canais de destaques e registraram crescimento positivo no período.

“Sorvete é uma categoria que se destaca por entregar praticidade e indulgência para o consumidor, duas tendências que vem se destacando nos nossos últimos estudos. Prazer, sabor e conveniência são os principais atributos que o consumidor enxerga na categoria”. analisa Giovanna Fischer, Diretora de Marketing e Insights da Kantar. Considerando a performance fora do lar, os brasileiros consumiram sorvete, em média, cinco vezes nos últimos 12 meses. O destaque ficou para o picolé, eleito em três oportunidades no mesmo período. A classe C é que a mais consome nestas ocasiões, com mulheres representando 60% do consumo. São Paulo é a região que mais compra o doce fora do lar, mas o Nordeste se destaca com o maior crescimento em 2019.