CAFÉ SOLÚVEL

Embarques crescem quase 10% até setembro



25.10.2019 - 04:39

Segundo levantamento da Associação Brasileira da Indústria de Café Solúvel (Abics), o café solúvel é o 12º produto do agronegócio brasileiro, com faturamento de US$ 600 milhões anuais. No acumulado até setembro, os embarques cresceram 9,95% e a expectativa é encerrar o ano em 4 milhões de sacas, ou seja, 500 mil sacas a mais na comparação com o último ano. De janeiro a setembro, o país exportou o equivalente a 2.996.829 sacas de 60 kg, rendendo ao Brasil US$ 440,5 milhões.

Até setembro deste ano, 104 importaram o café solúvel brasileiro, com destaque entre as nações asiáticas. Estudos Unidos e Rússia lideram o ranking, mas a Indonésia aparece com terceiro maior destino do produto nacional e na frente de Japão e Argentina. Outro destaque é Myanmar na sexta posição e o México que “saltou” para o 17º lugar nos principais destinos, ao tempo que, em anos anteriores recentes, sequer figurava entre os 80 maiores compradores do solúvel nacional.

No 1º semestre deste ano, as exportações brasileiras de café solúvel totalizaram .861.793 de sacas de 60 kg, um crescimento de 9,6% sobre o mesmo período de 2018. A receita cambial acumulada no período foi de quase US$ 275 milhões. Os principais destinos foram EUA, Rússia, Indonésia, Japão e Argentina.